Poemas

Um pouco de…

Brasa que queima o corpo todo
Amor louco que faz a cabeça ceder
O coração parece que não se aguenta
E bate tão forte que parece que vai desaparecer
Eu vejo o sol queimando minha pele
Da mesma forma que queima a terra do sertão
Eu sinto a chama ardendo nos olhos quando vejo você
E mte sinto no coração
Tuas mãos nas minhas e a vida a brincar
valsando no amor nosso de cada noite
Eu me sinto furacão
Um pouco de brasa e cinza
E nós dois olhando a vida passar no cálice da dor

Menina

Parece que você bebeu demais
porque está sorrindo como nunca
Como se estivesse fazendo travessura
Porque geralmente você é a garota das lágrimas
A garota dos cortes
A garota, mulher, menina
Sempre querendo a revolta com um pouco de tristeza
Pedindo mais um copo de melancolia
Olhando a noite na lua
Senhorita dos olhos e cabelos escuros
Suportando segurar os muros
Para poucos chegarem a você
Porque não pode ser como você quer?
Descobrindo além de si
um pouco mais de como é ser mulher
Desejo, saudade, menina, fada
Nunca esqueci

Dedicado a Jaque

Anúncios

Um pensamento sobre “Poemas

  1. celeste disse:

    hi pongan mas canciones de la rama please bueno by

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s