Abelha, flor, saudade

Abelha, flor, saudade

Ei, amiga, escrevo-te nova poesia
Lembro que teu sorriso está longe
Mas que ainda assim
Posso sentir tua amizade
Bem no meu peito
Ei, amiga, lembro- me do teu sorriso
que me animava
e me fazia pensar em ser feliz
Amiga, saudade de ter tua presença perto
Mesmo que estejas presente em minha vida
Porque amigos nunca se deixam
Queria que eu pudesse sentir teu abraço novamente
Amiga, poesia e doçura
Sinceridade que te gosto
Por que me conquistasses tanto?
Não consigo deixar tua lembrança
Nem sequer por um dia
Pena que há distância
Abraço-te na lembrança
Obrigado

à minha amiga linda débor aRicardo especialmente

13 de maio de 2007

Josafá César

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s