The Crow

O corvo

O corvo olhou a janela e varou o espaço. Não havia ninguém na casa. Ele poderia se acomodar. Subiu. Passeava pelas madeiras que sustentavam o teto. A casa estava abandonada há muito. O corvo pousou na mesa empoeirada, e rapidamente ergueu daquele corpo uma sombra, um outro ser, e o corvo se desfez naquela outra criatura. A poeira se espalhava, mas não incomodava. As teias de aranha eram mais incomodas. E as lágrimas começavam a cair.

Era esse o grande infortúnio do corvo: a noite, as sombras e as sobras. Em uma outra vida, onde nada além daquela casa restara, havia felicidade. Como um vulto ganhou a noite e partiu para as sombras do cemitério, para amar a morte, a saudade, os restos de sua amada. Corvo e sombra de uma vida que não voltaria.

Autor: Josi Vice

Anúncios

2 pensamentos sobre “The Crow

  1. Pandora C. disse:

    Preferi comentar neste post, talvez me entenda…rs
    Caracole.. eu era fã deles… Do Mãos de Tesoura e do Corvo…
    eu era uma pirralha quando assistia mas era fã.hahah
    Bom, vim aqui apena sdar uma passeada mesmo.
    Beijos e Boa semana.

    P.c.

  2. kelly salvador vianna disse:

    Em o corvo a salvação,o protagonista não ta com nada
    acho que o Jhonny Depp ficaria ótimo para o papel pois já tem o dom de interpretar personagens excêntricos como o barbeiro demoníaco ou Edward,mãos de tesoura,pois é o diretor não foi feliz na sua escolha!é o que eu acho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s