Textualizar

» REDAÇÃO – O bom texto é sempre claro e objetivo.

Uma matéria bem apurada antecipa e responde as perguntas do leitor. ‘Quem’, ‘o quê’, ‘onde’, ‘quando’, ‘como’ e ‘por quê’ são palavras-chave no processo de apuração. Não se limite a ouvir apenas uma fonte ou opinião. Dê voz ao povo e às fontes oficiais.

Se você tem MP3 Player com gravador de voz, aproveite para usar o aparelho e registrar suas entrevistas. O áudio delas dá maior credibilidade à sua história, garantindo também o acesso à informação a internautas com necessidades especiais.

Quando for escrever sua matéria, tenha em mente o público com quem você está se comunicando. Em geral, internautas sentem que não têm muito tempo a perder. Seja claro e breve, mas não comprometa a informação. Lembre-se de responder ao máximo de perguntas que seu texto possa levantar.

Se por um lado a web estimula o imediatismo nos leitores, por outro ela lança o desafio de fisgá-los. E é no título que a gente captura a atenção do internauta. A primeira impressão é a que fisga. Não tenha medo de brincar com as palavras, fazer trocadilhos ou usar metáforas no título. O importante é ter coerência com o texto e respeito com o leitor.

Se você foi a um restaurante onde comeu e gostou, que tal escrever uma crítica gastronômica com dicas para outros internautas? Ao final do texto, é hora de dar o ‘serviço’ para o leitor: nome do restaurante, endereço, telefone, site. O mesmo se aplica a shows, peças teatrais, jogos de futebol,… Nesses, você deve incluir também data, horário e preço.

Como a informação na web é recebida através de um monitor brilhante, evite o uso de fontes com serifa (ex: Times New Roman). Elas criam linhas virtuais perceptíveis pela retina e comprometem o processo de imersão do leitor. Verdana ou Arial são boas escolhas.

Se você se estender por mais de 40 linhas no texto online corre o risco de perdê-lo nos dois primeiros parágrafos. Procure fazer textos curtos, com 20 a 25 linhas, no máximo. A dica, para não perder o material que você tem disponível, é dividir a redação em um texto principal e textos secundários.

Esta segunda matéria será transformada em ‘link’ e exibida como chamada para conteúdo adicional, em algum lugar da página da principal.

Nem só de texto vive a informação na web. Complemente a sua matéria com fotos, ilustrações, infográficos, áudios e vídeos. O meio permite e os internautas agradecem.

Menores de 18 anos têm sua identidade protegida pela legislação brasileira, mesmo quando envolvidos em crimes – seja vítima ou malfeitor. O Estatuto da Criança e do Adolescente é claro e o Ministério Público de Pernambuco, atuante. Em uma matéria policial, você pode dizer de forma genérica que um menor, de idade ‘X’, participou do caso. Mas JAMAIS revele o nome dele ou da família (nem iniciais), diga o endereço ou apresente fotos que ajudem a identificá-lo ou onde vive.

Anúncios

Um pensamento sobre “Textualizar

  1. broboleta disse:

    bom texto mas do jeito que minha vida
    anda maluca n consigo colocar nem metade da metade em pratica rs

    um beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s